Uma alma que se eleva em consciência, eleva o mundo.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

PSORÍASE

Segundo a apometria a psoríase, pelo que se tem notado tem origem num passado de incendiários. A psoríase tem relação com os incendiários do passado, mas essa é apenas uma das causas que não necessariamente vão se manifestar em todos os portadores da psoríase. Em alguns casos, trataremos do espírito que vem se colocando em atitudes de reclusão durante muitas encarnações e nessa atitude de reclusão impede que seu organismo receba energia que são necessárias para a reabilitação de seus níveis de consciência e conseqüentemente para a reabilitação do corpo físico que estiverem portando na determinada encarnação. São espíritos que sempre tiveram muito cuidado consigo mesmo, às vezes esquecendo o cuidado com outras criaturas, e nesse cuidado excessivo com ele mesmo produzem na sua concepção cerebral a necessidade de se reformularem rapidamente, e essa reformulação ou regeneração ocorre de forma tão intensa e numa intensidade muito além do normal que acaba gerando a psoríase a nível físico.  No caso da psoríase  o nervosismo provoca coceiras e um aumento de produção da mesma, porque isso acontece?
Todas as doenças de pele estão ligadas ao aspecto emocional. Dificilmente se encontram no campo físico alguma manifestação na pele que não esteja relacionado ao aspecto emocional. Portanto, quando as pessoas ficam mais nervosas elas liberam elementos, substâncias do seu corpo que produzem as coceiras, essas substâncias, normalmente quando a criatura está calma são produzidas, mas numa escala muito menor, escala que pode ser suportável pelo campo físico, o que não ocorre quando existe o nervosismo. Essa produção é numa escala muito maior, insuportável para a pele do ser humano e começa a gerar as coceiras em todas as manifestações de doenças de pele. Não é diferente na psoríase que tem ligação também com o lado emocional e de forma muito profunda, pois normalmente os espíritos que estão manifestando essa questão em sua pele ou a psoríase, melhor explicando, estarão trazendo de outras vidas uma perturbação emocional muito grande. O nervosismo dominante deve ser controlado dia a dia, mas muitas vezes a criatura não consegue controlar essa atitude nervosa, aumentando o processo chamado psoríase. 
 É visto e comprovado pela medicina atual que a psoríase em si é uma cicatrizarão constante consumindo muito anticorpos. O organismo fica debilitado pela reprodução em cima da psoríase?
De certo modo pode ficar debilitado. Pessoas que tiveram muito cuidado consigo mesmas, às vezes impedindo a todo o custo pequenos cortes, pequenos ferimentos e isso a nível mental produzem a necessidade de cicatrização constante. Quando temos a produção excessiva de determinados elementos no nosso corpo, estamos lesando parte desse organismo, de certo modo estamos lesando parte dos nossos níveis de consciência, mas o caso de um espírito que está manifestando pela primeira vez a psoríase com uma necessidade de produzir muitos anticorpos, essa produção não estará causando lesões nos outros níveis de consciência, porque estará drenando aquela atitude mental insistente, não se machucar, não se ferir, sempre bem fisicamente. Mas podem ocorrer pequenos distúrbios, melhor dizendo no corpo físico, distúrbios de cansaço de enfraquecimento emocional, dificuldades em liberar novas energias, dificuldades de tomarmos decisões. Período em que uma parte do nosso organismo e uma parte de nossa região cerebral a nível espiritual está muito voltado à produção de um único elemento, no caso os anticorpos, energia essa que está sendo usada por uma parte de nosso corpo e que poderia estar sendo usada por outras atividades.



3 comentários:

  1. Estou encantadas com seus ensina!mentos.É a primeira vez que abro seu blog.não o conhecia. Sábias palavras: quando o discípulo está preparado o mestre aparece.Edna paim

    ResponderExcluir
  2. Estou convivendo a 18 anos com a psoríase. Ela já se manifestou de todas as maneiras. Pelé, unhas ,articulação... estou em tratamento com metrexato, fototerapia e vou inicia um com tratamento biológico.
    Mas a cura ainda tá bem distante dos tratamento médico. Você pode me indicar uma direção pra eu encontrar a cura?

    ResponderExcluir